Startup brasileira recicla garrafas PET para produzir pastilhas para revestimento

Revestimento ecológico Rivesti gera economia em mão de obra e material para instalação
Fabricar revestimentos sustentáveis a partir do reaproveitamento de embalagens de PET: desafio vencido pela Rivesti (www.rivesti.com.br), que está lançando no mercado sua primeira linha de pastilhas ecológicas após três anos de pesquisa e desenvolvimento.
Produzidas com uma mistura de PET reciclado (85%) e aditivos minerais reaproveitados (15%), as pastilhas Rivesti são ainda 100% recicláveis. O processo de fabricação também é sustentável: demanda baixo consumo de energia elétrica, não emite poluentes nem gera resíduos. Cada m² de pastilhas Rivesti evita o lançamento de 3Kg de CO2 na atmosfera e retira 66 garrafas PET do ambiente.

Como as pastilhas são até 66% mais leves, a emissão de poluentes durante o transporte também é reduzida. "Sustentabilidade é a base do nosso produto e a missão da empresa”, explica Rafael Sorano, criador da pastilha ecológica.

Praticidade é outro conceito que se aplica à Rivesti. As placas são fáceis de instalar e garantem o alinhamento perfeito das pastilhas. A uniformidade visual é obtida por meio de encaixes laterais exclusivos desenvolvidos pela empresa. “Os encaixes embutidos em todas as placas eliminam o indesejado efeito de plaqueamento, comum às pastilhas convencionais”, completa Sorano.

Graças a essa tecnologia, a instalação das pastilhas Rivesti é até 6 vezes mais rápida que a das concorrentes, o que significa economia em mão de obra. O design das pastilhas também foi pensado para reduzir a quantidade de argamassa no assentamento e rejuntamento, “a redução chega a 60% na instalação", confirma Sorano. O design Rivesti também garante que as pastilhas não se desprendam das estruturas revestidas. “As pastilhas comuns se descolam e se soltam, deixando falhas na cobertura. O design eficiente da Rivesti vem solucionar esse problema”.

Outra vantagem é que as pastilhas Rivesti podem ser aplicadas sobre alvenaria comum ou drywall, em áreas internas e externas, como piscinas, fachadas, banheiros. “As pastilhas têm 0% de absorção de água e são fabricadas com aditivos que protegem contra ação dos raios UV e agentes químicos”, afirma Sorano.

Já a coleção de cores apresenta tonalidades e efeitos cromáticos inéditos no mercado. São 33 tons vibrantes no catálogo permanente e ainda a possibilidade de reproduzir qualquer cor da escala Pantone. “Permitimos aos arquitetos novas possibilidade de uso e liberdade criativa para ousar na escolha das cores”, diz Sorano.

PRODUTO 100% BRASILEIRO
Com patente requerida em diversos países do mundo, a tecnologia Rivesti é 100% nacional. As pastilhas foram desenvolvidas no Brasil com o apoio da empresa alemã Merck e da norte-americana Momentive.

O produto exigiu 3 anos de pesquisas e consumiu 5,5 milhões de reais em investimentos. Lançado no mercado brasileiro em abril de 2014 e já presente em 50 lojas de todo o país, deve gerar faturamento de 20 milhões até o final de 2015 em vendas no mercado interno. A Rivesti será apresentada, em breve, ao mercado internacional de revestimentos, sempre ávido por novidades tecnológicas e sustentáveis.

Sobre a Rivesti:
Marca da empresa Plaslatina fundada pelos sócios Rafael Sorano e Miriam Braga. Produz pastilhas para revestimento a partir de materiais reciclados. Mais leves que as convencionais, as pastilhas ecológicas são fáceis de transportar e instalar, o que dispensa profissionais especializados e reduz custos. Após o uso, a fábrica recebe as peças descartadas pelos consumidores. www.rivesti.com.br. Telefone: (11) 3644-7627.

Sobre a Press Works:
É uma Assessoria de Imprensa especializada em soluções de comunicação para Pequenas Empresas, Startups e Profissionais Liberais. A Press Works nasceu com o objetivo de dar visibilidade às companhias e pessoas com ideias e negócios inovadores. http://www.pressworks.com.br.

Comentários encerrados